quinta-feira, 24 de outubro de 2013

79 anos do Pr. José Wellington é comemorado com grande festa de gratidão ao Senhor

Sua esposa irmã Wanda Freire também foi homenageada
Autoridades Civis e Eclesiásticas prestigiaram líder das ADs
Irmã Wanda Freire e pastor José Wellington agradeceram a Deus
pela vida e saúde que tem lhes dado
Para ver mais fotos desta festa - Clique aqui

A Assembleia de Deus em São Paulo, Ministério do Belém, com seu templo-sede no bairro do Belenzinho, no dia 07 de outubro, reuniu milhares de irmãos e com grande festa, um lindo culto em ação de graças, celebrou os 79 anos de vida de seu líder, pastor José Wellington Bezerra da Costa e de sua esposa, irmã Wanda Freire da Costa.

Além de receber o abraço de seus pares da diretoria da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), da qual é presidente há 25 anos; da Convenção das ADs no Estado de São Paulo (CONFRADESP) e do Ministério do Belém, o casal foi homenageado pelo governador do estado, Dr. Geraldo Alckmin e por deputados federais membros da frente parlamentar evangélica, deputados estaduais e vereadores de diversos municípios do Brasil. Ainda homenagearam pastor Wellington e irmã Wanda Presidentes e Representantes de Convenções e Ministérios das ADs em todo País.

O pastor Ubiratan Job, 1º vice-presidente, falou em nome dos Pastores de todo País e Exterior, unidos através da CGADB; Já o pastor Emanuel Barbosa trouxe as palavras da CONFRADESP; Ficou a cargo do pastor Kemuel Sotero falar em nome da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD). O pastor Luiz Cézar, presidente do conselho fiscal da CGADB falou representando os demais conselhos e órgãos da entidade. Dr. Alckmin se disse feliz por celebrar a vida de alguém que tanto bem tem feito aos seus semelhantes "estar representando o nosso estado na festa do pastor José Wellington e da irmã Wanda é um prazer para mim como Governador, nosso desejo é de que Deus lhes conceda muitos mais outros anos de vida" finalizou.

A irmã Marta Costa, primeira filha mulher do casal não escondeu a alegria de representar toda família "nós louvamos a Deus pela vida dos nossos pais, somos gratos a ele por ter nos escolhido para estar, como família, ao lado do nosso pai José Wellington e da mamãe, irmã Wanda", concluiu. Irmã Wanda também foi lembrada pela UNEMAD - União das Esposas de Ministros das ADs que preside há 20 anos, a irmã Lídia Costa falou em nome das mulheres assembleianas.

O vice-líder do ministério, pastor José Wellington Costa Junior, que conduziu os trabalhos, agradeceu a presença da Igreja, membros e obreiros; Pastores presidentes de convenções, ministérios, campos; familiares, amigos e políticos que abriram mão de seus afazeres para juntamente com a Igreja em São Paulo celebrar uma data tão feliz.

Louvaram ao Senhor o coral da Igreja acompanhado da Orquestra; O conjunto das esposas de obreiros e o conjunto das irmãs do círculo de oração. Uma placa em nome da Convenção das ADs no Piauí (CEADEP) foi entregue ao casal pelo pastor Hiran Mesquita. O IBADEP, Instituto Bíblico das ADs no Estado do Paraná também homenageou o presidente da CGADB com um troféu entregue pelo pastor Mirislan Scheffel Junior. Uma caravana com 50 pastores da Convenção das ADs no Rio (CEADER), marcou presença na cerimônia.

Com muita alegria e com o coração cheio de gratidão irmã Wanda foi a primeira a agradecer; Ela agradeceu ao Senhor pela vida, a família pelo apoio sempre presente; Aos obreiros e esposas de obreiros, irmãos de todas as partes, ela agradeceu as orações e o companheirismo que sempre tem desfrutado ao lado do esposo.

Glorificando ao Senhor, com a simplicidade e alegria que lhe é peculiar, pastor José Wellington assumiu o microfone para tecer seus agradecimentos; Aos seus amigos, pastores, membros da Convenção Geral em todo Brasil, bem como da CONFRADESP e Ministério do Belém ele agradeceu o companheirismo e lealdade com que juntos eles vem servindo ao Senhor e a sua Igreja; As autoridades politicas agradeceu pela honrosa presença em seu culto festivo, por fim, mais uma vez tributando a Deus a gratidão de seu coração, o líder afirmou "Só temos que agradecer ao Senhor, o responsável por tudo isto aqui; louvamos a Ele pela vida e pela vida de todos os irmãos e amigos que comemoram conosco esta data, externamos a gratidão de nosso Coração; a minha família, minha esposa, irmã Wanda, meus filhos, noras, genros, netos e bisnetos, muito obrigado por tudo, contém sempre com o nosso amor e oração" finalizou.

Encerrando a cerimônia, o pastor Carlos Padilha de Siqueira rogou ao Pai as devidas bençãos sobre o aniversariante e toda sua família e o pastor José Pereira agradeceu a Deus pelo celebração. Na saída do templo, todos receberam uma lembrança da data oferecida pelos filhos do pastor José Wellington e irmã Wanda.

Por Tiago Bertulino

Pastor Wellington Junior conduziu o culto festivo
Pastor Wellington Junior e esposa irmã Lídia recebem o
pastor José Wellington e irmã Wanda
O templo-sede no Belenzinho (SP), ficou lotado
Irmã Wanda, ao lado do pastor José
Wellington abraça duas dos três bisnetos
Autoridades políticas presentes ao culto
Caravana de Obreiros da CEADER - Convenção das ADs no Estado
do Rio que anualmente participam do culto de gratidão


Coral da Igreja louvando ao Senhor
Irmã Wanda sendo homenageada pela irmã Lídia Costa em nome
da UNEMAD


Pastor Wellington Junior parabeniza o pastor José Wellington
Pastor Luiz Cézar falou em nome do Conselho Fiscal da CGADB
O casal com alegria celebrou ao Senhor
A primeira filha, irmã Marta Costa falou em nome da família
Marta ladeada pelos pais, irmã Wanda e pastor José Wellington
Pastor Kemuel Sotero representou a CPAD
Pastor José Wellington recebe homenagem
do Instituto Bíblico das ADs no Paraná
IBADEP
Pastor José Wellington e irmã Wanda recebem homenagem da
Convenção das ADs no Piauí - CEADEP
1º vice-presidente, pastor Ubiratan Job, líder da AD no RS
falou em nome da CGADB


1º vice-presidente e 1º tesoureiro da CGADB, pastores Ubiratan Job
e Álvaro Sanches abraçam casal em nome da Mesa Diretora
Alckmin disse estar feliz por representar o estado de SP na festa
de um cidadão ilustre como pastor José Wellington
Dr. Geraldo Alckmin destacou o perfil de servo de Deus do Pastor
José Wellington
Alckmin, pastor José Wellington e irmã Wanda
Conjunto das Esposas de Obreiros louvando ao Senhor
Pastores de todo Brasil estiveram em SP para festa
Irmã Wanda durante agradecimentos
Pastor José Wellington agradece aos companheiros pela Amizade
Líder tributou a Deus a gratidão de seu coração
Ao microfone pastor José Wellington agradece o carinho da Igreja
Pastor Carlos Padilha ora pelo pastor José Wellington, irmã Wanda
e toda família
Pastor José Wellington, irmã Wanda, filhos, noras, genros,
netos e bisnetos
Pastor José Pereira agradece ao Senhor pela cerimônia festiva
O casal ao lado do Ir. Ronaldo e Equipe CPAD


Fonte: Tiago Bertulino

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Justiça confirma desligamento do Pr. Samuel Câmara na CGADB

CGADB: Samuel Câmara desligado, Cai liminar que pedia sua reintegração
Decisão vem de Manaus - AM

Saiu, na manhã de hoje, na cidade de Manaus, Acórdão que derruba em definitivo a liminar que reintegrava o pastor Samuel Câmara, líder da Assembleia de Deus em Belém, Pará, ao quadro de membros da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).


O pastor Samuel Câmara fora desligado do quadro da CGADB por quebra da ordem e do decoro, sob o Processo Ético Disciplinar n.º 036/12, porém conseguira uma liminar que forçava a sua reintegração. Entretanto, na manhã de hoje, 15 de outubro, os desembargadores que compõem a Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas, deram, por unanimidade, provimento ao recurso da CGADB, tornando nula a liminar e validando a decisão da Convenção Geral.


Para ler a íntegra da decisão, é só clicar AQUI.

Fonte: CPAD News

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Nota de Falecimento Pr. Ivo Luis de Souza

NOTA DE FALECIMENTO

Com pesar, comunicamos o falecimento do PASTOR IVO LUIS DE SOUZA, ocorrido hoje, dia 08 de Outubro de 2013, às 14:30h, no Hospital Evangélico de Londrina.
Pastor Ivo Luis de Souza, aos 83 anos partiu para as mansões celestiais nesta tarde (08/10), o Senhor o recolheu e fica a lacuna para as Assembleias de Deus em Londrina, do Paraná e para o Reino de Deus aqui na terra, porém o seu testemunho de vida entre nós ecoa e nos estimula a querer servir mais e nos desafia a seguir o seu exemplo de homem honrado e dócil, de líder servo e humilde, de pai provedor e de pastor amoroso.
 
Externamos nossas condolências a família e igreja em Londrina, rogando orações em prol dos corações enlutados. “Pastor Ivo foi um guereiro na causa do Mestre, tive a honra de te-lo xomo meu pastor quando pastoreou a AD Foz do Iguaçu.
 
O guardamento será realizado no templo Sede da AD Londrina, sito a Rua São Vicente, 168 - Centro. Londrina – Paraná
 
 

--**--

BIOGRAFIA PR. IVO LUIZ DE SOUZA

Nasceu em Itapiratiba, SP, no dia 19 de maio de 1930. Filho do Sr. Luiz Higino de Souza e da Sra. Jesuína Ramalho Simões. 2° filho do casal, uma família católica. Aos seis anos de idade veio juntamente com seus pais e seu irmão mais velho, por nome de João Luiz de Souza, para o Paraná, (Sul do País e Norte do Estado) na cidade de Sertanópolis. Cidade pequena, mas cercada de agriculturas Logo foram para uma fazenda que compraram por ali nas redondezas.
Depois de alguns anos, começaram a frequentar uma igreja evangélica que muito friamente, passaram a ser evangélicos.
Contava sua mãe, que muitas vezes quando iam à igreja, e descuidavam do pequeno Ivo, viam-no ajoelhado de mãos postas olhando para cima.
Quando já estava com seus 16 anos, aceitou o Senhor Jesus na Igreja Assembléia de Deus. Ficou muito alegre e fervoroso. UM DIA ELE ESTAVA ORANDO NUM MANDIOCAL E DE REPENTE OUVIU UMA VOZ QUE DISSE: LONDRINA, NÃO PENSOU NADA E A VIDA CONTINUOU. Seu pai ficou muito bravo e contrário por ele pertencer a uma igreja “pentecostal, a “Assembléia de Deus” Como já tinha a tendência de estar ajoelhado, e estava só, pois seus pais haviam viajado, aproveitou para orar, Jesus o batizou com o Espírito Santo, e ele passou a noite em oração”. Com a chama do Espírito Santo acesa em seu coração, começou a pregar o evangelho fervorosamente.
Nessa época, estavam na fazenda uns engenheiros e o Ivo iria naquela noite, dirigir um culto em outra fazenda, convidou-os e, eles foram. No culto, aceitou ao Senhor Jesus como seu Salvador. FOI UMA ALEGRIA INCONTAVEL No outro dia logo pela manhã, encontrou se com os homens, engenheiros, o Ivo estava trabalhando com um carro de bois, resolveu parar e ir cumprimentar os novos irmãos, seu pai que estava por perto, viu e ficou muito bravo. (Ele era muito, bravo e contra a Igreja Pentecostal) Coitado do pequeno assembleiano, quando chegou a casa, sua mãe veio encontrá-lo dizendo que ficasse bem quieto, pois seu pai estava muito bravo, dizendo que iria acertá-lo. Quando seu pai o encontrou, foi logo dizendo que iriam acertar. Mas acertar o que se estava tudo certo. Seu pai foi logo o agarrando e querendo enforcá-lo, se não fosse Deus e seu irmão mais velho, Naquela fúria teria matado-o.
Disse ao filho que iria embora, mas o filho disse não, se é assim, quem vai embora sou eu. Era no dia 8 de setembro de 1946. Um dia chuvoso, arrumou sua mala e foi saindo. Despediu de sua mãe que estava com coração partido, (seu pai nessas alturas tinha subido morro acima desesperado.) O Ivo pegou sua mala, despediu de sua mãe que amava tanto, saiu. Entre a varanda e o portão do quintal, existia uma calçada, parou ali debaixo de uma chuvinha fina, levantou suas mãos para o céu e cantou: COM SUA MAO SEGURA BEM A MINHA, O HINO 33 DO NOSSO HINARIO HC E SAIU SEM DESTINO, Como nosso Deus é um Deus que cuida de nós, Guiou-o até à casa do irmão João Dias. Chegando lá, contou sua história, e o irmão muito compadecido, mas alegre por ver a fidelidade dele para com Deus, o acudiu e levou o à casa do pastor presidente em Bela vista do Paraíso, Paraná. O pastor o recebeu com muito carinho.
Logo em seguida o Ivo foi trabalhar com um senhor, serrando troncos de árvores. Serviço muito pesado e que ele não tinha costume. Com a chama do Espírito ardendo em seu coração, cantava louvores há Deus o tempo todo que estava serrando, mas quando seu patrão o mandava buscar água, descia até o rio chorando (também pudera um filho de fazendeiro, bem tratado, ao lado de seus pais com todo conforto).
Agora, o dia - todo, à noite, perecia e seus ombros estavam deslocados. Sentindo saudades de casa, da comidinha gostosa da mãe (Muito boa cozinheira), ainda mais, com todos os alimentos dali mesmo. Que saudades!
Contudo estava envolvido na chama do Espírito que o ajudava vencer.
Depois de certo tempo, conseguiu serviço com um irmão por nome de Gamaliel Cardoso de Oliveira, num retiro de gado na fazenda Paraíso no mesmo município. Ali se levantava ás 5 horas da manhã para ajudar tirar leite das vacas e depois trabalhava o restante do dia. Comia e dormia na casa desse irmão Gamaliel que tinha uma filha dei 11 pra 12 anos. Tanto ele como sua família o tratava muito bem. Comia na hora certa, comida quentinha, não mais de marmita como era antes. O mais importante que a família achava nele, é que ele cantava o dia todo, e na maioria das vezes era o hino: 326 da nossa harpa Cristã que diz: OH MEU JESUS QUANDO LUTAS NO CAMINHO ME ENCONTRAR, A SUA MAO DIVINA VEM ME AJUDAR; NÃO TEMEREI AMPARADO POR TI MESMO MEU JESUS, O SALVADOR A VITÓRIA ME VEM POR TUA LUZ POR TI ESPERO SOMENTE MEU SENHOR PARA ANDAR DE VALOR EM VALOR, O MEU JESUS MINHAS FORÇAS EI DE VER MAIS AUMENTAR; TENDO A FÉ SUA GRAÇA ME HÁ DE BASTAR. Era muito lindo ouvir aquela voz firme molhada em lágrimas. Mas o Senhor deu graça e os dias foram se passando e depois de certo tempo, já ia visitar seus pais. A mãe o tratava muito bem, mas o pai nem sequer conversava com ele.
O Ivo tinha por hábito começar a jejuar na sexta-feira depois do almoço e ia até no sábado depois das 18 horas. No sábado trabalhava até às 15 horas, tomava banho, pegava sua Bíblia e andava quase três quilômetros para ir orar em um mato que existia bem no alto da fazenda. Lá podia chorar à vontade, voltava mais ou menos às 18 horas, se aprontava, jantava e num cavalo, ia para o culto em Bela Vista, que distava mais ou menos seis a sete quilômetros. Quase sempre o irmão Gamaliel e sua filha iam também Aí começou o que diz um hino (que hoje sua esposa compôs) ”OS CORAÇÕES QUE UM DIA SE ENCONTRARAM, BATERAM FORTE NUM TROCAR DE OLHAR... E DE UM OLHAR NASCEU UM GRANDE AMOR”... Esse amor muito em oculto permaneceu crescendo mais e mais. Nem mesmo um ao outro sabiam que se amavam, somente cada um individual e Deus que é Soberano. Pois se o pai soubesse que estavam namorando, mesmo que sem palavras, era chamada a atenção. Nessas alturas, a menina tinha apenas 11 pra l2 anos. Depois de certo tempo, o Ivo voltou para a fazenda a convite de seu irmão. Sua mãe ficou muito alegre, mas, a pobre filha de seu Gamaliel sofreu muito e ainda disfarçadamente. Nem por sonho seus pais podiam saber uma criança sofrendo por amor. (Mas quando Deus prepara não há quem cerque).
Lá da fazenda, ele vinha congregar em Bela vista, como cantava no coral, vinha todas as quartas — feira ensaiar e alimentar as esperanças de um dia se casar com aquela menina que também cantava no coral da igreja.
Os dias foram se passando irmão Gamaliel veio para Bela Vista com sua família e os pais do Ivo também transferiram residência para lá. Já estava bem melhor o ambiente em casa e ainda mais por estar na mesma cidade da esperada (JAYR) que já contava com seus 14 anos mais ou menos. Menina simples, mas, que prendia seu coração. Quando ela já estava com seus 15 anos, pediu-a em casamento (não em namoro), Seus pais o aceitaram, porém, a pequena Jayr, morrendo de amor, teve que dizer não porque ele só esperava um ano e como ela era a última filha e ainda temporona. Sua mãe achou muito nova para se casar (se bem que sua mãe havia se casado com 14 anos, mas isso lá pelos anos de 1910 + ou-) Isso aconteceu em janeiro de 1950. Depois de seis meses ele voltou a falar com a mãe, pois o pai já havia partido com o Senhor. Foi aceito e quando fez um ano, nos casamos e até hoje vivemos maravilhosamente bem. Janeiro de 2006 já vai fazer 55 anos de felicíssima união. GLÓRIAS ÀQUELE QUE É O DONO DE NOSSAS VIDAS. Em 1952, nunca namoramos nem sentados perto, não nos conhecemos para saber se viveríamos bem. O certo é que quando Deus prepara tudo dá muito certo. Vivemos muito bem, graças a Deus que escolheu-nos um para o outro. (CADA DIA NOS AIVIAMOS MAIS). Hoje declaramos nosso amor um para o outro muito mais do que antes. ATE AQUI NOS AJUDOU O SENFIOR. Um ano depois Deus enriqueceu nosso lar com um lindo menino, o LUIS CARLOS que foi apresentado ao Senhor pelo Presbítero Joaquim Evaristo.
Morando em Bela Vista, já com o pai mais ou menos em paz, abriram uma loja de calçados de sociedade (pai e filho). Nessa mesma época o presidente da igreja era o pastor ABILIO ALVES DE ARAUJO.
Logo que casaram, foi consagrado a DIÁCONO e logo a presbítero e já pregava a Palavra de Deus com muita unção. Nesse tempo Ivo era cooperador muito ativo na obra de Deus. Saia á pé pelas Fazendas e cidades circunvizinhas pregando o evangelho salvador do Senhor Jesus. Não media esforços ganhando almas para o reino de Deus com muito entusiasmo. Sempre foi de muito jejum e oração. Desde o começo de sua fé, foi muito dedicado a Deus, por isso ELE o tem abençoado maravilhosamente de uma integridade admirável mais de MEIO SECULO VIVEMOS JUNTOS, nunca peguei uma mentira dele. Sempre muito bom, de muita calma, amoroso e carinhoso.
Depois de certo tempo, o pastor Abílio o convidou para ir tomar conta da igreja em 1º de Maio, dirigir o trabalho do Senhor, não aceitou, pois tinha pensamentos de ir para Toledo no Paraná, não aceitou o convite. Passado um determinado tempo, vendemos tudo o que tínhamos, (loja, casa...) e fomos. Adquirimos seiscentos alqueires de terras. (de uma hora pra outra viramos fazendeiros) mas, o Senhor que é dono de nossas vidas, disse NÃO. Como o Ivo era alfaiate, durante a semana trabalhava e nos finais de semana, saia pregar o Santo Evangelho de Jesus. Saíamos nos finais de semana, visitando as casas para falar de Jesus e tomávamos tanto café muito forte que chegávamos a casas doentes do estômago. As terras ficaram lá como foram adquiridas. Logo quando chegamos lá, o pastor Abílio nos convidou novamente para 1°de Maio. Ficamos seis meses mais ou menos e voltamos, agora, não mais para Bela Vista, mas, para 1° de Maio e nem como fomos e sim, sem nada. A casa e a loja e outros mais que dispomos ficaram enterrados nas terras. NAO ADIANTA QUERERMOS LUTAR CONTRA A AVONTADE DIVINA. Quando assim procedermos nos damos mal. ELE E DONO DE NOSSAS VIDAS. Viemos para 1° de maio, atender o trabalho do Senhor. Nesse tempo, éramos muito jovens. O Ivo tinha 24 anos e eu 20 anos, nosso filho Luís Carlos com três anos Jovens paravam em frente da igreja e eu muito ingênua, ia convidá-las para entrar e elas diziam não, só viemos para ver esse bonito pregadorzinho.
Fomos para lá com uma mínima ajuda de custo. Seu pai como era muito contra a Assembléia de Deus, nos disse que iríamos ficar a pão e banana. MAS, DEUS QUE E DEUS, DISSE AO CONTRARIO, “Eu te ajudarei”. Comecei a dar aulas, costurar e o Ivo também costurava. Mas, mais trabalhava na obra do Senhor, pois a congregação requeria muito. Saia fazer visitas pelos sítios e fazendas de bicicleta. Às vezes chovia depois que ele tinha saído, e para voltar, tinha que carregar o seu veículo. Como Nosso Deus cuida de nós, nunca passamos falta de nada e não fomos de dar indireta aos irmãos, e depois dizer que o Senhor mandou. Não, realmente o Senhor cuidou de nós. Nunca reclamamos nada e tínhamos de tudo. Frutas tínhamos que repartir com os outros e ás vezes estragavam. Frangos, então, tivemos que fazer um galinheiro para guardá-los. Ganhávamos de tudo, o que não dava na roça, eles compravam e nos traziam. FOI O TEMPO DE MAIS FARTURA QUE JA TIVEMOS. GLORIAS AO DEUS PROVEDOR (A profecia do meu sogro que iríamos ficar a pão e banana, foi bem ao contrário), muitas vezes levávamos do que ganhávamos para dizer sem palavras, que estávamos na fartura. Quando nos dispomos a servir a Deus de coração, ELE cuida de nós. Um dia fui experimentar pão com banana, é muito gostoso Se fosse para ficar comendo assim, pão e banana, dava muito bem. Ainda mais fazendo a vontade do Senhor. Pena que ficamos pouco tempo lá.
Pastor Abílio ficou doente e teve que ficar ausente do trabalho, por seis meses e o ministério de Bela Vista foi nos buscar para que o Ivo assumisse o campo, como ele era submisso, fomos. Ai foram dias de provas. Na parte espiritual, tudo bem, mas na parte material, só nós e o Senhor sabemos. Graças a Deus vencemos. (Houve por parte do chefe, um ciúme doentio. Morávamos vizinhos e éramos muito vigiados. Porém, Deus deu-nos graças e vencemos. Quando venceram os seis meses. O Ivo e eu estávamos doentes e sem meios de nos tratar, com o pai fazendeiro, mas nem podia pensar em falar com de Tínhamos que sair da casa pastoral. sem dinheiro, e tínhamos que alugar uma, pois aquela que vendemos ficou por lá (como Eliseu, vendeu os bois e pôs fogo no carro, não conseguimos trazer de volta nem o que levamos, abandonamos tudo). Nosso Senhor que às vezes não O buscamos, em primeiro lugar, nos prova. ELE nos queria na sua obra e nós queríamos ficar ricos. O resultado de desobedecer o chamado Divino foi que, depois nem o que tinhamos, tivemos mais. Fomos alugar uma casa. Como a pressão estava muito, a primeira que encontrou, alugou. Saímos e fomos viver pela fé .Nesse tempo eu (Jayr) fui nomeada professora pelo Estado mas tinha que fazer um tratamento de saúde primeiro para poder ingressar.
O Ivo, Quase tuberculoso se tratando em londrina no posto de saúde. O médico disse a ele que ele teria que tomar dois litros de leite por dia e comer muitos ovos. Como? se não podíamos comprar nem sequer um litro de leite ou uma dúzia de ovos. Mas, DEUS QUE TUDO VE E TUDO SABE, BEM QUE O SALMISTA DISSE: SONDA ME O DEUS, sábio o salmista porque Deus nos sondando, vê nossas necessidades e nos acode, pois ELE é amor (Nesse tempo seus pais moravam em Poços de Caldas). Como o aluguel era pesado, quem eu avisto que vinha chegando? meu sogro e minha sogra. Meu coração bateu forte e corri falar para o Ivo, Ele desesperado (pois somos humanos) orou e saiu por outra rua para não se encontrar com eles. Como Nosso Jesus como é lindo e maravilhoso, mandou um freguês de costura levar um terno para ele fazer, encontraram se na rua e pagou adiantado sem o Ivo falar nada. Saiu dali, foi ao armazém e comprou tudo o que precisávamos. Esse irmão foi usado por Deus duas vezes para acudir nossas necessidades. E bem certo que a Bíblia diz: ELE TEM CUIDADO DE VOS. SOMOS PROVAS MUITAS VEZES DESSE MARAVILHOSO CUIDADO!
Quando eu á havia tomado posse na escola, o pastor nos mandou para Florestópolis, congregação de Bela Vista. Vem a dificuldade de transferência de escola. Como a e segundas feira, pra lá e pra cá, mas, vencemos encostados Naquele que tudo pode.
O Senhor nos abençoou maravilhosamente no seu trabalho. Almas foram salvas, irmãos batizados com Espírito Santo curas divinas e muitas maravilhas o Senhor operava. Depois de alguns meses fui transferida para Florestópolis e permanecemos ali por 3 anos e pouco.
No dia 26 de junho de 1961, o Ivo foi numa escola Bíblica em Londrina, e sem esperar, foi consagrado a pastor naquele mesmo dia. (saiu de casa presbítero e voltou pastor). Não merecemos nada, tudo é o Senhor que faz. Por isso a GLORIA E SOMENTE DELE!
Como naquela época não podia ter dois pastores num campo só, tivemos que sair de lá Fomos para Porecatu, Paraná, campo autônomo. Fazia cinco meses mais ou menos daí recebemos a visita do saudoso pastor José Joaquim dos Santos, para convidar o Ivo para assumir o campo de Londrina, AI ELE SE LEMBROU DA VOZ, LA NA FAZENDA, DIZENDO (LONDRINA), NAO PODE DIZER NAO. DESCOBRIU QUE AO TEMPO DE DEUS, ASSUMIRIA A RESPONSABILIDADE DE LONDRINA E ATÉ AQUI TEM NOS AJUDADO O SENHOR.
Novamente o problema de transferência. Morando em Porecatu, trabalhando em Florestópolis e estudando em Porecatu. Nesse tempo o filho Luís Carlos com seus seis anos, criança que precisava muito dos pais, porém ficava mais com a secretária de casa do que mesmo conosco. Menino muito esperto, mas que sofreu muito com os santarrões (sabem como eram filhos de pastor. Mesmo criança, teria que ser como adulto. Fizeram marcas que até hoje o machucam). Como dinheiro era muito escasso, o pobre filho usou muito, roupas, novas feitas de pano velho. As calças do Ivo rasgavam muito nos joelhos e daí se aproveitava as partes boas. Ele foi crescendo no tempo da vaca magra, diz ele hoje.
No dia 23 de dezembro de 1961, o irmão Isalino foi nos buscar de mudança. Chegamos a Londrina, num dia muito chuvoso, para morar na casa pastoral onde residiam duas famílias, numa casa de cinco cômodos. Não foi fácil! As famílias nos deram dois cômados e ficamos assim por três meses. Lugar estranho, não conhecia ninguém, mas como estávamos na direção de Nosso Pai, ele nos deu paciência e não pudemos vencer, mas, ELE VENCEU POR NÓS! ALELUIA! Veio então o problema da minha transferência, mas como era Deus que estava nos levando para lá, dentro de pouco tempo saiu. Minha formatura deu-se no dia 21 de dezembro, éramos tão pobres que não pude ir à festa de formatura, mas por tudo, sempre demos Graças ao Senhor.
Como fomos plantados aqui num dia de chuva, já saímos duas vezes e voltamos. Cremos sem rastos de dúvidas que o Senhor nos quis aqui em Londrina. Naquela época existia aqui um templo pequeno de madeira e de 80 a 100 membros, de situação financeira regular, porém, com um Deus maior do que tudo e todos, fizemos proezas.
No ano seguinte que aqui chegamos o novo pastor com muita coragem e fé, começou a construção de um templo de alvenaria com mais de 700 metros quadrados. Foi um tempo de grandes garras. Foi a Campinas, em busca de um famoso engenheiro, que fez a planta do templo. Levaram se 12 anos para o templo ficar pronto para GLORIA DE JESUS, naquela época, era o cartão de visita das ASSEMBLEIAS DE DEUS NO PARANÁ. Esse templo foi construído com os esforços dos irmãos de Londrina e principalmente a ajuda dos céus. Por algumas vezes Deus nos socorreu nas horas exatas. Certa vez tínhamos que pagar uma certa quantia mais ou menos, no Banco, o Ivo orando no subsolo da construção, chegou o irmão Seme Scafe e disse, pode se levantar, a resposta já chegou. E bem certo o que diz Jeremias no capítulo 29 e verso 13: BUSCAR-ME-EIS E ME ACHAREIS, QUANDO ME BUSCARDES DE TODO O VOSSO CORAÇÃO. Que lindas as promessas de Deus para nós! Realmente ELE cumpre, ELE é fiel. Bem diz o Hino: “DEUS E FIEL, DEUS E FIEL EM SUAS PROMESSAS JAMAIS FALHOU! Assim o Senhor nos ajudou até o fim.
Junto com a construção desse templo, foram construindo congregações. A primeira construída foi a do bairro do Jardim do Sol. Foram aproveitadas as madeiras do velho templo demolido, metade construiu a congregação e metade para andaime do novo templo. Não parou por aí, continuou o trabalho, o Ivo foi comprando terrenos, casas popular transformando em igrejas, e assim a obra foi crescendo de vento em popa. Quando nos dispomos para a sua obra com fé Ele se dispõe também para nos ajudar. (Um dia recebemos visita de um pastor presbiteriano e o Ivo contou como fazia para ir construindo as congregações, ele disse: você tem cara de bobo, mas é muito esperto). Assim foram surgindo às congregações. Hoje continuam as construções as ampliações e reformas. Temos mais de sessenta congregações e sub-congregações, na maioria delas foram construídas nas gestões desse como disse aquele pastor (que tem cara de bobo). Hoje contamos com templos lindos e grandes para abrigar o povo de Deus e para glória de Seu Nome. A GLÓRIA E SOMENTE DELE! Levaram - se doze anos para a construção do novo templo. Nessa construção o Ivo foi engenheiro, mestre de obras, pedreiro, servente de pedreiro , fazedor de alicerce, e tudo o que fosse preciso. Porém, a glória é do SENHOR. Quando terminou a construção, ele estava muito doente pois trabalhava até duas horas da madrugada.
No dia 4 de maio de 1971, Deus deu-nos a Emy Raquel numa história muito linda. Quando terminou de construir o templo, O Senhor leva para o descanso eterno, o pastor de Maringá. Veio então o convite para o Ivo assumir Maringá. Aceitou e no dia 16 de setembro de 1973 transferimos residência para lá. Não foi fácil sair daqui. Muitas lágrimas de ambos os lados. Em Maringá foi ainda muito pior, nem queiram saber como é triste substituir o Pastor que partiu com o Senhor levou. A igreja triste, nos triste de ter deixado os irmãos com quem convivemos há doze anos, mas Deus que é dono dessa obra deu-nos graças e vencemos. Andar com o carro que era do outro pastor, com a família dele ali, se bem que carregávamos a família também, mas é muito triste só quem passa por isso pode avaliar. Maringá tem irmãos muito bondoso que nos ajudaram muito. Deus que vê e sabe tudo, nos abençoou maravilhosamente. Éramos muito pobres, Em Londrina, tínhamos que tratar dos irmãos doentes que chegavam para se tratar e muitas e muitas vezes meu salário ia todo para a construção, (Bem empregado). Deus não fica devendo nada a ninguém. Quando chegamos a Maringá, parecia que os irmãos sabiam o que precisávamos, procuravam datas comemorativas para nos presentear, justamente com o que precisávamos. Não eram eles, mas sim DEUS.
Grandes trabalhos o esperavam ali. Havia a necessidade de construção também. O Ivo vendeu a velha igreja que ficava perto de um bosque, alugou uma outra para congregarmos, comprou onde é hoje, e começou a nova construção. Como é de fé, começou a construção do novo templo. O Senhor abençoou poderosamente e os irmãos, muito esforçados, o animavam cada dia. Antes, porém, foi construído um salão grande, onde hoje é o refeitório que serviu de igreja para congregarmos enquanto construía-se o templo. Procurou o mesmo engenheiro de Campinas para elaborar a planta. Depois de três anos e meio, voltamos para Londrina, mas, deixamos o terreno pago, o salão construído nos fundos do terreno onde congregávamos. A nova igreja já coberta. Com os vidros, pisos rústicos, púlpito de vidro, já congregavam nele. Algumas congregações construídas, bem como a do Jardim Alvorada. NESSAS CONSTRUÇOES NÃO FOI DEIXADO DIVIDAS COM PRESTAÇÕES ATRASADAS. AS PRESTAÇÕES DEIXADAS ESTAVAM TODAS EM DIAS. DENTRO DAS POSSIBILIDADES DAS ENTRADAS MENSAIS DA IGREJA. Levamos doze anos para construir a igreja em Londrinas E NUNCA PAGAMOS NADA ATRASADO. GLÓRIAS PARA O SENHOR JESUS! AGLÓRIA É DELE E POR ISSO ELE CUIDA DO QUE É SEU.
NÃO SERIA EM MARTNGÃ QUE IRÍAMOS DEIXAR DE PAGAR EM DIA. Quando os irmãos de Londrina nos acompanharam até Maringá na posse, disseram aos irmãos de lá, que estavam emprestando o Ivo para Maringá. Realmente foi mesmo um empréstimo, pois com três anos e alguns meses voltamos para Londrina. Não tínhamos nos acostumados sem os irmãos de Londrina, mas tínhamos nos acostumados com os de Maringá. SO DEUS NA SUA INFINITA MISERICORDIA PODIA NOS AJUDAR, NÃO FOI FÁCIL! Quando aqui chegamos foi muita alegria, mais sentimos falta dos irmãos de Maringá. A VIDA AQUI NA TERRA É ASSIM MESMO, UM DIA ESTAREMOS TODOS JUNTOS E AINDA MAIS, AO LADO DO SENHOR JESUS.
Nosso Deus é lindo e maravilhoso, Ele nos conhece, sabe nossos intentos, quando nos dispomos para fazer a sua obra Ele está sempre pronto a nos ajudar. Quando chegamos aqui, de volta de Maringá, o Ivo com seus obreiros que foram sempre unidos, começaram a construção do prédio existente ao lado da igreja. As construções das congregações não pararam, seguiram juntamente com a do prédio. Hoje temos igrejas nos bairros que parecem centrais e um prédio de três andares onde funcionam gabinetes pastorais, secretarias, salas para cursos teológicos, departamento de missões, residências, estúdio e suítes para hospedagem. A NOSSO DEUS PERTENCE À GLÒRIA! Dez anos ficamos aqui em londrina pela segunda vez. Sempre comprando terrenos para construções de novas igrejas e casas populares que eram transformadas em igrejas Antes de terminar o prédio fomos para FOZ DO IGUAÇU. Logo que chegamos lá o Ivo reformou a central construiu congregações e casas pastorais. Moramos lá seis anos e meio e voltamos para Londrina. Logo que chegamos foi dada uma reforma na igreja e passou ao termino do prédio. Compramos um terreno com a frente para a Rua RIO GRANDE DO NORTE e o outro pastor que o antecedeu haviam comprado um com a frente para a RUA SÃO VICENTE, e o templo foi ampliado com os dois terrenos. PARA GLÓRIA DE NOSSO SENHOR JESUS, HOJE TEMOS UM GRANDE TEMPLO COM CADEIRAS CONFORTÁVEIS, AR CONDICIONADO PARA ABRIGAR MAIS DE DUAS MIL PESSOAS. Tudo para glórias do Senhor Jesus e conforto dos irmãos.
Foi construído salas em cima dos banheiros, temos um g
rande salão social onde servimos refeição para mais de seiscentas pessoas de uma só vez.
Temos um cenáculo aberto o dia todo para oração. Temos oração às segundas-feiras, terça, oração e ensino da palavra de Deus, quarta oração das oito às onze horas, quinta culto da vitória, sexta-feira oração com o departamento de missões, sábado culto com os jovens e domingo ESCOLA DOMINICAL E CULTO DA FAMÍLIA.
Temos uma COMUNIDADE NIKEY para ganhar os japoneses para CRISTO, E UMA CASA DE RECUPERAÇÃO DE TOXICÔMANOS (RESGATE).
Tudo, tudo, mas tudo mesmo, para exaltar o Nome de Nosso Senhor JESUS CRISTO!
Autora: Irmã Jayr Cardoso de Souza.
 
Fonte: Cieadep

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Aniversário Pastor Antonio e irmã Iolanda

No dia 14 de setembro a igreja em Cascavel comemorou mais uma ano de vida de seu pastor presidente, Pr. Antonio Batista Maia e de sua esposa a querida irmã Iolanda Maia.

Em um delicioso almoço o casal confraternizou-se com obreiros da sede, obreiros titulares com suas famílias e demais convidados.

A noite em um grande culto de louvor e adoração a Deus a igreja pode agradecer a Deus pela vida de ambos, foi um culto com a presença marcante do Espírito Santo, tivemos a participação dos conjuntos que louvaram a Deus, o vice-presidente Pr. Irineu Siqueira, ministrou a palavra de Deus com muita graça e unção.

O pastor Antonio fez suas considerações agradecendo a Deus por mais um ano de vitória e por poder estar junto do povo assembleiano em Cascavel fazendo a obra de Deus.
Ao final do culto o pastor presidente junto com a família se pos diante do altar para receber a oração de todos os obreiros e igreja.

Reiteramos nossos agradecimentos a Deus pela vida do nosso querido pastor presidente e sua mui digna esposa, e rogamos a Deus que os conserve com saúde graça e paz.
 
 
Confira algumas fotos:



















 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...