quinta-feira, 31 de março de 2011

Fotos e video da posse do Pr. Gaby na AD Curitiba

Fotos e video da Posse do Pastor Vagner Gaby, como pastor presidente da Assembléia de Deus em Curitiba, que Deus venha capacita-lo a frente desta grande obra.










Crédito das Fotos e video são do Pr. IVAN TADEU PANÍCIO, assessor da Presidência da igreja em Curitiba, e do Cantor MOISÉS VIEIRA, que também faz parte da Igreja em Curitiba, que Deus vos faça prosperar em todos os vossos caminhos.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Pr. José Wellington parabeniza Pr. Gaby


O mui digno
Pr. José Wellington, presidente da CGADB, parabenizou através de seu blog o Pr. Gaby, pela vitória na eleição que definiu o pastor presidente da AD Curitiba.


A Assembleia de Deus em São Paulo, Ministério do Belém, bem como a Convenção Estadual de Ministros CONFRADESP, na pessoa de seu presidente e esposa, pastor José Wellington Bezerra da Costa e irmã Wanda Freire da Costa se congratulam com o pastor Gaby e toda família, bem como com o Ministério da AD em Curitiba pela vitória.

Parabéns Pastor Wagner Gaby!

Pr. José Wellington e
irmã Wanda Freire
e

Evangélicos reforçam ações para combater frente gay

Em encontro em Curitiba, representantes religiosos reafirmaram posições contra o casamento homossexual e a criminalização da homofobia.

(imagem: Hugo Harada/Gazeta do Povo)
Pastor Pedro Ribeiro, durante fórum em Curitiba: estratégia para barrar propostas pró-gays é readequá-las aos “princípios” religiosos por meio de emendas



Considerado o terceiro grupo mais influente no Congresso – atrás apenas dos parlamentares ligados à saúde e dos ruralistas –, a Frente Evangélica passou a atuar de maneira com ainda mais força nesta legislatura com a posse do deputado Jean Wyllys (PSol-RJ), que de­­fende a bandeira do movimento gay. Amanhã, no lançamento da Frente LGBT, o parlamentar vai protocolar uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que estende o direito do casamento civil aos homossexuais.


“Isso é antibíblico e fere a éti­­ca e a moral. Devem-se manter os valores da família tradicional. Permitir o casamento civil homossexual seria um pas­­so para o casamento religioso”, defendeu o ex-deputado Pastor Pedro Ribeiro (PR-CE), secretário-executivo da Frente Evangélica. “Cada um tem li­­berdade de fazer com o corpo o que quiser, mas a Constituição só reconhece como casal um homem e uma mulher.”


O mesmo tratamento é dado pelo Fenasp em relação ao projeto que torna crime a discriminação contra homossexuais. A proposta já foi aprovada na Câmara, mas ficou parada no Senado na última legislatura e, no mês passado, foi desarquivada pela senadora Marta Suplicy (PT-SP). “A Igreja nunca fez discurso de ódio contra ninguém. Não podem querem imprimir uma legislação sobre um debate infundado de que há um preconceito criminoso da nossa parte”, afirmou o pastor Wilton Acosta, presidente nacional do fórum. “Não se trata de preconceito, mas de defender a valorização da família.”


Ribeiro reforçou o discurso de Acosta e disse que, aprovar a proposta, significaria dar mais direitos aos homossexuais além dos que eles já têm como qualquer cidadão. “Apesar de laico, o Estado reconhece a ma­­nifestação religiosa. Além disso, todos têm direito à livre ma­­nifestação de pensamento e é o que estamos fazendo”, argumentou o ex-parlamentar.


Outro tema que os evangélicos criticam abertamente envolve a legalização do aborto, que é tratada em cerca de 20 projetos em tramitação no Con­­gresso. Em um vídeo apresentado no fórum, o texto falava que o Brasil não pode passar pela “vergonha e maldição de ser um país a favor do aborto”.


As estratégias do Fenasp e da Frente Evangélica para barrar todas essas propostas é readequá-las aos seus “princípios” por meio de emendas ou, então, derrotar as matérias no plenário da Câmara e do Senado. “Tam­­bém temos deputados nas comissões de Direitos Huma­nos, da Família e de Constitui­ção e Justiça atentos a matérias nesse sentido”, revelou Ribeiro. Para direcionar a atuação dos parlamentares no Congresso, o fórum fará uma carta dos debates realizados em todo o país.



Fonte:http://www.gazetadopovo.com.br

Pr. Wagner Tadeu dos Santos Gaby é o novo Pastor Presidente da AD Curitiba

O dia 27 de março foi e será um dia histórico para a igreja Assembléia de Deus em Curitiba, os membros daquela igreja votaram durante o dia encerrando a votação às 17h, a apuração teve início imediatamente e foi proclamado como vencedor do pleito o mui digno Pastor WAGNER TADEU DOS SANTOS GABY, portanto o novo Pastor Presidente da Assembléia deDeus em Curitiba - Pr.
Veja os numeros finais que foram divulgados via internet, no seguinte endereço www.twitter.com/ADnoticias:

Pastor Wagner Gaby - 3814 votos
Pastor Douglas Schefell - 3026 votos
Pastor Hidekazu Takayama - 933 votos
Pastor Gessé Luiz Rosa - 411 votos.

8.257 membros que participaram do pleito, que teve 53 votos em branco, tendo tambem 20 votos nulos, 20.
Note que a diferença entre o Pastor Gaby e o segundo colocado Pr. Douglas ficou em 788 votos.


De acordo com as informações do blog http://pointrhema.blogspot.com, foi registrado que foi a grande ausência de membros na eleição, o que culminou com um Índice de abstenção de 75%. Dos quase 33 mil membros, mais de 24 mil preferiram não votar.
Pastor Wagner Tadeu dos Santos Gaby é major capelão do Exército Brasileiro, tendo sido o primeiro capelão pentecostal das Forças Armadas; comentarista de Lições Bíblicas de Escola Dominical da CPAD, escritor, membro da Casa de Letras Emílio Conde e da Academia Evangélica de Letras, e célebre palestrante em Escolas Bíblicas de Obreiros pelo Brasil.
Que o Eterno prospere em tudo a gestão que ora se inicia, sob a presidência do Pr. Wagner Tadeu do Santos Gaby, dando-lhe sabedoria do alto para unir todas as partes envolvidas no processo eleitoral, para o engrandecimento do Reino de Deus. Por outro lado que todos os que votaram e também os que se abstiveram o reconheçam como autoridade dada por Deus paras o pastoreio do rebanho, assim como o foi com o seu antecessor Pr. José Pimentel de Carvalho.

Parabéns ao Pr. Wagner Gabi!
Parabéns a igreja de Curitba pelo exemplo dado nesse processo de escolha do novo presidente.
A Deus toda a glória!

sábado, 26 de março de 2011

Resultado enquete

Irmãos e amigos, segue o resultado da enquete realizada, verifcou-se que a maioria prefere que uma convenção não deve interferir no processo de escolha do pastor de determinada igreja.

Veja abaixo a pergunta da enquete e as devidas respostas com percentuais.

Voce acha que uma convenção deve interferir no processo de escolha do pastor de determinada igreja?

Sim, deve inclusive indicar seu candidato preferido 2,94% (3 votos)

Não, a igreja local deve ter total autonomia de escolha 91,18% (93 votos)

Não tenho opinião formada 5,88% (6 votos)



Agradeço a todos que participaram, Deus vos abençoe.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Palavra do Pr. Ival Teodoro da Silva, Pres. da Convenção das. Ass. de Deus no Paraná.

Irmãos e amigos temos procurando ser em todo tempo um canal benção e de informação a todos os nosso leitores, claro que temos nosso pensamento e opinião.

Como temos postado aqui cartas que seriam manifestos contra a decisão da CIEADEP, queremos também postar o que seria quanto ao manifesto da 9ª Região, um video em que o mui digno Pastor Ival Teodoro da Silva, Pres. da Convenção das. Ass. de Deus no Paraná diz a respeito.

Assistam e assim como as cartas manifesto postadas, tirem suas conclusões.

Saudações em Cristo Jesus, nossa força e esperança.


PL 122/06 - CUIDADO




A paz do Senhor, irmãos e amigos, precisamos estar em alerta, orando pois o Movimento pela aprovação do PL 122 conta agora com MARTA SUPLICY para criminalizar a homofobia.

Veja uma entrevista que a senadora que agora é a nova relatora do PL 122/2006 (lei da ‘homofobia) ou da “ditadura gay” concedeu entrevista ao Jornal O Globo, onde falou sobre a polêmica envolvendo a PL 122/206 e a liberdade de culto no Brasil. O que mais chamou a atenção na entrevista foram as sutilezas. Parece até que perguntas e respostas foram combinadas antes.

Ao ser questionada: “com a nova lei, o padre seria obrigado a celebrar um casamento entre homossexuais, sob pena de ser tachado de homofóbico?”

A senadora respondeu: “Claro que não. Há uma ressalva que preserva a liberdade de culto, inclusive a liberdade de poder dizer que, na interpretação daquela igreja, é um pecado”.

Primeiro esclarecimento:

A pergunta feita pela repórter está totalmente fora do contexto do PL 122/2006. Em nenhum momento aqueles que se opõem ao Projeto de Lei fazem-no com temor da obrigatoriedade do tal “casamento gay”, pois o PL 122/2006 não diz respeito a isto.

Segundo esclarecimento:

Ao responder a pergunta, a senadora Marta Suplicy fala que há uma “ressalva que preserva a liberdade de culto, inclusive a liberdade de poder dizer que, na interpretação daquela igreja, é um pecado”.

Não existe, no PL 122, ressalva alguma que versa sobre liberdade de culto e muito menos citando a palavra “pecado”.

Se a repórter quisesse realmente fazer uma pergunta séria, ela teria perguntado sobre os artigos polêmicos que realmente trarão sérios riscos à liberdade de culto no Brasil e até problemas para os pais.

Para saber mais detalhes sobre o real perigo do PL 122/2006

O artigo “O perigo do PL 122/2006“, de 2007, mostra com clareza o que realmente é este perigoso Projeto de Lei.

Ressalta-se que o PL 122/2006 estava arquivado, mas a senadora Marta Suplicy conseguiu a assinatura de alguns senadores e conseguiu desarquivá-lo. Dos mais de vinte senadores que assinaram o pedido de desarquivamento, um deles é do Rio de Janeiro – o senador Lindberg Farias. Este tem planos futuros no Estado ou Município do Rio e que certamente buscará apoio católico e evangélico para suas ambições políticas – chegará então a hora de inquiri-lo do porquê ele ter assinado o desarquivamento de um Projeto de Lei perigoso à igreja brasileira.

DIGA NÃO ao PL 122/2006 (Lei da “Homofobia” ou da “ditadura gay”).

DIGA NÃO ao PL 7382/2010 (Lei da Heterofobia, proposto pelo deputado federal Eduardo Cunha – PMDB/RJ). Tal PL penaliza a discriminação a heterossexual em até três anos de prisão (mais à frente vou escrever o porquê deve-se combater veementemente este outro PL).

Fonte:http://holofote.net


E como diz meu amigo Daladier Lima:


SOU CONTRA O PL 122/06. QUERO TER O DIREITO DE CRITICAR E SER CRITICADO.

Evangélicos x Homossexuais

Sem citar nomes, mas deixando claro falar de Jean Wyllys, o deputado Marco Feliciano respondeu as acusações que o ex BBB fez as igrejas cristãs e o chamou para discutir sobre os temas polêmicas com relação aos gays: casamento gay, PL 122 e adoção de crianças por homossexuais.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Com a ajuda da Senadora Marta Suplicy, Jean pretende fazer um “rebuliço”, como afirmou, na câmara federal, dizendo que sua luta será contra a bancada evangélica. O deputado carioca também afirmou que pedirá a abertura da contabilidade das igrejas evangélicas que recebem dízimo. Em cima disso o pastor Marco Feliciano fez um pronunciamento rebatendo tais informações dele.


Abaixo você confere a integra do pronunciamento do deputado Pastor Marco Feliciano na Câmara Federal:

É com grande satisfação que uso desta tribuna, neste momento, para manifestar minha preocupação com atitudes e posições de colegas que dizem representantes de minorias e tentam inverter valores, visando instalar uma ditadura de minorias nesta Casa, em contraponto com a grande maioria de deputados representantes de grupos de pessoas que prezam pelos bons costumes, não se reduzindo a apenas Deputados da Frente Evangélica.

Quando o assunto passa para questionamento da prestação de contas das igrejas, o nobre deputado envereda pelo campo do confronto, demonstrando vontade de atuar em todas as direções, falta de abstração intelectual para apresentar motivos mais substanciais para justificar sua lide e aconselho o nobre colega a verificar na internet, a prestação de contas de todas as igrejas, pois possuem um corpo de administração, com tesouraria e relatório de prestação de contas. Muitas com trabalho social tão relevantes, tirando drogados das ruas e amparado órfãos e idosos, muitas vezes as despesas superando em muito, as receitas.

Sabemos que a mídia sempre dá destaque para posições polêmicas. Entendemos e respeitamos, mas não estamos aqui para municiar debates midiáticos e sim, para bem representar os milhões e milhões de brasileiros que professam uma fé calcada no que Ensina o Livro Sagrado – Uma família é constituída por pai, mãe e filhos – base para qualquer sociedade se desenvolver no trabalho, na educação e ser feliz. Esse é o objetivo de quem foi constituído pelo povo para representá-lo nesta Casa de Leis.

Graça a Deus, esta Casa é um parlamento democrático e convido o nobre colega para um debate de idéias, sem preconceitos e para que possamos como gente civilizada e hoje, na posição de legisladores, podermos encontrar um caminho para o bem comum, com respeito à posição individual de cada um, desde que não intencionemos fazer com que, por causa da impressão que se quer dar, de fragilidade de determinados grupos, venhamos a renunciar a valores inegociáveis de nosso caráter e formação


Fonte: Gospel+

quarta-feira, 23 de março de 2011

Mais pastores se manifestam contra a decisão da CIEADEP - 3

Como já postamos aqui alguns pastores se posicionaram contra a atitude da CEIADEP em apoiar um dos candidatos na sucessão pastoral na AD Curitiba, agora é a vez do Pr. José Carlos da Silva, presidente da AD Paranavaí que tambem se posiciona contra e de forma mais contundente que os demais, veja:


Quero agradecer o que acabei de ler vindo da 9ª Região, pois acho um absurdo o que a CIEADEP está fazendo em nosso nome. Conheço o Pr. Douglas, assim como os demais candidatos e acho um ato indigno de nossa Convenção entrar no mérito de uma Igreja independente e com Estatuto soberano.
Já fiz menção aos últimos atos da CIEADEP em reunião de Presidentes da 10ª região em Querência do Norte e após em reunião geral na semana passada na Assembléia de Deus em Maringá em que me coloco contrariado, desgostoso e decepcionado com a CIEADEP e sugerí três destaques: 1º Uma mudança radical nos rumos da Convenção com todas as regiões participando dos atos dela e diretoria, 2º Uma nova Convenção da metede norte e metade sul pois a atual está inchada e, 3º defendo meu afastamento e do campo em que sou presidente, assim como outras dezenas de campos também decepcionados.
Um abraço a todos e, por favor, deixem o Espírito Santo guiar os rumos de Curitiba e PAREM a politicagem.
Pr. José Carlos da Silva - Paranavaí.

terça-feira, 22 de março de 2011

Enquete



Voce acha que uma convenção deve interferir no processo de escolha do pastor de determinada igreja?

Sim, deve inclusive indicar seu candidato preferido

Não, a igreja local deve ter total autonomia de escolha

Não tenho opinião formada












segunda-feira, 21 de março de 2011

Louvor

Deixando de lado um pouco a sucessão da AD Curitiba, compartilho convosco dois belos louvores a DEUS, na voz marcante do mui digno Pr. Sebastião Rodrigues de Souza - Presidente da AD Cuiabá.


Hino 535 da Harpa Cristã



Hino 326 da Harpa Cristã
HINO 326 PASTOR SEBASTIAO RODRIGUES DE SOUZA by uncadecre

Mais pastores se manifestam contra a decisão da CIEADEP - 2

Amigos e irmãos a sucessão pastoral da AD Curitiba continua rendendo manifestos, como já publicamos os pastores da 9ª Região se pocisionaram contra a decisão da CIEADEP de apoiar um dos candidatos, manifestaeam-se contra tambem o nobre Pr. Daniel Acioli (postagem anterior) e agora o Pastor Roque Lourenço, veja abaixo:



CIEADEP e Convencionais


Prezados Amigos,

Recebi este manifesto e corroboro com o seu conteúdo, entendo que a Mesa Diretora de nossa Convenção foi eleita para exercer sua função com isenção e transparência buscando a harmonia entre os seus membros.






Cianorte, 18 de março de 2011.


Pastor Roque Lourenço, Pastor Presidente em Cianorte (PR), e Corpo de Ministros daquele campo ministerial, representados pelo mesmo e pelo Vice Presidente Pr. Ariovaldo Rodrigues, vêm em apoio à Coordenação da 9ª região eclesiástica manifestar-se no tocante ao assunto: - Sucessão do Pastor Presidente do campo ministerial de Curitiba. O que faz nos seguintes termos:
- Entendemos que o campo ministerial de Curitiba (como os demais) é jurídica e administrativamente autônomo, portanto legitimamente capaz de administrar o assunto sucessão sem necessidade de qualquer interferência não solicitada;

- Entendemos que a presidência em exercício deve ser respeitada em todas suas atribuições e prerrogativas como o próprio Pr. Pimentel o foi, pois que escolhida por ele e por ele confiada;

- Entendemos que a CIEADEP é entidade de ministros à qual as igrejas encontram-se tão somente integradas fraternalmente sem qualquer subordinação jurídico-administrativa;

- Entendemos que a CIEADEP deve tratar igualitariamente todos os seus membros, jamais podendo adotar postura de defesa de qualquer de seus membros em detrimento de outros em quaisquer circunstâncias, e em especial em assuntos para os quais a CIEADEP não tem competência;

- Entendemos que contrariar o entendimento supra mencionado é agir com discriminação, com abuso de poder, com extrapolação de competência, portanto juridicamente repudiável, além de ética e moralmente reprovável em qualquer instância;

- Entendemos que a mesa diretora da CIEADEP possui uma competência restrita ao Art. 27 do Estatuto da entidade, lá não incluindo manifestação de apoio a qualquer convencional em qualquer assunto particularmente em prejuízo de qualquer outro convencional;

- Entendemos que ao extrapolar as competências estatutárias a Mesa Diretora está expondo todos seus membros e a própria pessoa jurídica da Convenção às ações legais e éticas, sentido exatamente oposto ao que deveria ser tomado;

- Entendemos que a Mesa Diretora e seu Presidente, no exercício das funções para as quais foram eleitos, devem ater-se à prática da verdade, premissa mínima a uma entidade que congrega pastores e evangelistas das Assembléias de Deus;

- Entendemos que a CIEADEP deve zelar pelo bem estar de todos seus ministros, pelo bom nome das Assembléias de Deus e pela própria integridade, sendo a Mesa Diretora e seu Presidente responsável por cumprir e fazer cumprir tais missões;

- Entendemos que a Mesa Diretora da CIEADEP e seu Presidente devem retirar-se deste assunto, retirando de seus sites e impedindo veiculação de vídeos, textos ou quaisquer manifestações sobre o mesmo em seu nome, sob pena de estar agindo para a desintegração da própria entidade, sentido diametralmente oposto ao que deveria trilhar, bem como por estar agindo sem autorização dos membros da Convenção que jamais foram consultados.

Sendo o que tínhamos a nos manifestar reiteramos nossos votos de estima e consideração pelo campo eclesiástico de Curitiba e afirmamos continuar orando com esta Igreja para que a vontade de Deus seja manifesta em vós.




PR. ROQUE LOURENÇO Pastor Presidente

PR.ARIOVALDO RODRIGUES Pr. Vice-Presidente

Mais pastores se manifestam contra a decisão da CIEADEP

AD- Curitiba e a Sucessão Pastoral! (Manifesto)
Eleições na Assembleia de Deus em Curitiba -PR

Saudações Cristãs!

“Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que com simplicidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria carnal, mas na graça de Deus, temos vivido no mundo, e de modo particular convosco.” - II Cor. 1.12
A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Curitiba, pessoa jurídica, autônoma e regida por seus estatutos e regimento interno está sob os olhares de milhares de crentes desta denominação no que se refere à sucessão pastoral. Isto, pois aprouve a Deus recolher ás mansões celestiais o seu Presidente Pastor Jose Pimentel de Carvalho, homem de Deus e que deixou um legado de conciliador, líder por vocação divina, moral ilibada e que sempre tratou o seu rebanho com uma postura digna de ser imitada!
Venho em nome da Assembleia de Deus de Apucarana-PR e seu ministério, na função de seu Pastor Presidente, manifestar o nosso descontentamento com o procedimento adotado pela mesa diretora de nossa Cieadep. (Convenção das Igrejas Evangélica das Assembleias de Deus no Estado do Paraná).

Entendemos que a manifestação de apoio, desta mesa diretora, a um único membro da mesma, seria cabível se este fosse o candidato “único”. Tal não procede nos termos dos Editais publicados pela IEADC em seus murais e site.
A Mesa Diretora poderia pronunciar-se, a nosso ver, se convidada por quem de direito. E só então emitir seu parecer sob o que está ocorrendo na AD- Curitibana. Isto não ocorreu!

A Mesa Diretora poderia emitir parecer (se convidada) e ainda desde que respeitasse decisão daquele ministério que escolheu e indicou, aceitando a candidatura de quatro de seus pastores. Estes escolhidos são membros da CIEADEP, e nesta, portadores de iguais direitos. Até este momento o site de nossa Cieadep apesar de ser órgão oficial da Convenção de Igrejas Assembleias de Deus no Paraná, declara apoio a um só pastor?

Minha preocupação, Senhores, repousa sobre: - onde está a isenção neste momento em que deveríamos estar clamando e buscando a Deus para que seja eleito aquele que esteja na sua vontade?
Quando declaro apoio a este ou aquele, é óbvio que estou interferindo ou tentando interferir na decisão dos “eleitores”.

O Partidarismo é um mal. Temo pelo futuro a que certas ações, tomadas no fervor de sentimentos vários e estranhos à lide ministerial, pode conduzir.

Diante do exposto, manifestamos o nosso descontentamento com a falta de coerência entre a teoria e a pratica pastoral demonstrada pela mesa diretora de nossa Magna Convenção
Lembramos que no pleito eleitoral secular, nos foram postadas fotos e perfis de pessoas que nem membros eram de nossas Igrejas, quanto mais da Convenção!

O que impede a Mesa Diretora proceder com isenção neste momento?

São quatro os Pastores da Assembleia de Deus em Curitiba que postulam o cargo de Pastor Presidente, todos são MEMBROS da Cieadep e em plena comunhão com a mesma.
Portanto, coerência! Sejamos lideres de verdade e busquemos o que interessa ao Reino de Deus, respeitando nossos companheiros (todos) de longa data.

Pelos laços do Calvário.
Pr. Daniel Sales Acioli

Presidente do Ministério das Assembleias de Deus em Apucarana PR

Nota de esclarecimento

Aos amigos que acompanham o processo de transição pastoral em Curitiba, concermente ao apoio da CIEADEP, a um dos candidatos e de que o ministério de da AD Curitiba que teria escolhido um dos candidatos a nota abaixo esclaresse.





Clique na imagem para ampliar.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Convencionais desaprovam a atitude da CIEADEP

A eleição para presidente da AD Curitiba esta tendo desdobramentos interessantes, agora os pastores da 9ª Região da CIEADEP, se posicionaram contra a decisão da CIEADEP - Convenção das Igrejas Evangélicas Assembléia de Deus no Estado do Paraná, em apoiar um dos candidatos, opinião que tambem compartilho (sou membro da 11ª Região), pois acho que quem deve decidir sem influencia de fora é os membros da AD em Curitiba.

Veja a nota enviada pelos pastores da Nona Região


A titulo de informação a CIEADEP - Convenção das Igrejas Evangélicas Assembléia de Deus no Estado do Paraná, é formada por 11 Regiões Eclesiastícas.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Candidatos a presidencia da AD Curitiba

Irmãos e amigos, foi divulgada a lista oficial dos candidatos a presidencia de Assembléia de Deus em Curitiba, todos pastores com serviços prestados na causa do Mestre, portando aptos a tal objetivo.
Cabe a igreja e a todos nós orar para que o Senhor oriente a todos os que tem direito a voto, para que façam no querer de Deus. E que o nome de Cristo Jesus seja glorificado.

Segue abaixo um breve relato de cada candidato.



Pastor Wagner Tadeu dos Santos Gaby - Vice-presidente da IEADC (nomeado pelo ex-presidente Pr. José Pimentel de Carvalho para cuidar da igreja nos impedimentos do titular), Dirigtente do Templo Sede da AD Curitiba, Membro da Casa de Letras Emílio Conde, Membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil, Professor de Escolas Bíblicas de Obreiros no Brasil e no exterior, Major Capelão do Exército Brasileiro (primeiro capelão pentecostal das Forças Armadas), Comentarista de lições da Escola Bíblica Dominical (CPAD), por anos foi o Assessor da Presidência e dirigiu várias congregações no Campo ministerial de Curitiba.


Pastor Mirislan Douglas Scheffel - Dirigente da congregação na Vila Hauer Segundo Tesoureiro da CIEADEP (Convenção das Igrejas Evangélicas Assembléia de Deus no Estado do Paraná), Membro do Conselho eclesiástico da IEADC (Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Curitiba) e anos atrás ocupou o cargo de vice-presidente da IEADC.





Pastor Gessé Luiz Rosa - Dirigente da congregação do bairro Pinheirinho em Curitiba - Paraná, Pedagogo, Professor, Escritor, Membro do Conselho Eclesiástico da IEADC, Superintendente da SEMADC (Superintendência de Evangelismo da Assembleia de Deus em Curitiba) e Diretor do DEMIPAR (Departamento de Missões da Convenção das Assembléias de Deus do Estado do Paraná).





Pastor Hidekazu Takayama - Deputado federal e grande pregador do evangelho. Já anunciou a Palavra de Cristo em vários auditórios do mundo, especialmente nos continentes americano e europeu, testemunhando a milhares de pessoas que o desenvolvimento do evangelho em nosso país tem sido real, constante e, graças a Deus, irreversível.







Fonte:


quarta-feira, 16 de março de 2011

Esperança

“Esforçai-vos, e ele fortalecerá o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor.” Sl 31.24


“A nossa alma espera no Senhor; ele é o nosso auxílio e o nosso escudo.” Sl 33.20


“Agora, pois, Senhor, que espero eu? A minha esperança está em ti.” Sl 39.7

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...