segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Que natal é esse??

Chegamos ao final de mais um ano e, ao refletirmos sobre a realidade do Natal tão presente nestes dias atuais, mais uma vez a pergunta se repete: Que Natal é este? Será que Deus tem aprovado esta postura consumista que tem desvirtuado o verdadeiro espírito do Natal? Quero refletir hoje sobre esta triste realidade onde as pessoas têm se preocupado muito mais em pintar a casa, comprar presentes e roupas novas, enfeitar as cidades e até a própria igreja. Mas, e Jesus, onde fica em toda esta situação? Será mesmo normal realizarmos tantas coisas para a festa do Natal e deixarmos de lado o aniversariante e dono da festa que é Jesus?

O Natal está aí e entendo que ele deveria ser uma festa grandiosa para toda a raça humana, no sentido de nos levar a uma verdadeira reflexão de ordem espiritual. Mas, infelizmente, aquilo que deveria ser uma grande festa de amor, gratidão e fraternidade, a própria humanidade transformou num simples evento consumista. O que temos visto não é um evento onde se celebra o nascimento de Jesus, mas sim, apenas uma época para se gastar mais e onde o aspecto espiritual da festa ganha menos destaque do que a realidade material e consumista da mesma.

Mas acredito plenamente que ainda é tempo de mudarmos esta triste realidade. Ainda há tempo para fazer isso; basta querer! Será que vale a pena continuarmos nos esquecendo de que o Natal não é simplesmente a presença de Papai Noel; não é o ato ou a obrigatoriedade de se dar presentes; não é a presença de tantas árvores coloridas e brilhantes. Natal é muito mais do que tudo isso. Precisamos pensar na necessidade urgente em se mostrar às pessoas que o mais importante é lembrar do menino que nasceu em Belém para trazer e representar o renascimento da vida para cada um de nós e a esperança de renovação para cada cristão ao redor do mundo.

O Natal precisa ser a grande oportunidade de reafirmarmos e fortalecermos a nossa fé em Deus que é, na verdade, o único ser capaz de reger todo o universo e também as nossas vidas e o nosso futuro. Afinal, pode haver um bom futuro se continuarmos ignorando o menino Jesus que nasceu em Belém com a nobre missão de ser o nosso Salvador? Poderemos ser realmente felizes sem pensar em cuidar mais de nós mesmos e da natureza ao nosso redor? Poderemos pensar e acreditar na verdadeira felicidade sem levar em conta os ensinamentos deixados por Jesus Cristo?

O que eu desejo nesta hora é te convidar para uma breve e verdadeira reflexão; será que vai adiantar continuarmos montando as nossas árvores de Natal, com tantas luzes, enfeites e presentes, continuar comprando tantos presentes para os nossos filhos, pais, irmãos e amigos, se não pararmos para refletir sobre o real significado do verdadeiro Natal? Acredito plenamente que já está passando da hora de começarmos a ensinar a verdade sobre o verdadeiro Natal aos nossos filhos; até por que, desde muito pequenos eles já têm sido absorvidos pela idéia de esperarem ansiosamente o final de ano para que Papai Noel lhes traga brinquedos de presente; é como se acreditassem que o Natal fosse apenas isso e nada mais.

Precisamos ter a coragem e a determinação de mostrar aos nossos filhos e as pessoas ao nosso redor que realmente Natal é muito mais do que isso que temos visto por aí. Que o Natal existe por causa do nascimento de Jesus que nos ensinou e continua nos ensinando que sempre é possível começar de novo, que nunca é tarde para recomeçar, que a felicidade verdadeira é sempre possível para aquele que crê, que vale a pena sonhar e acreditar!

Não sou contra a idéia de que podemos e precisamos sempre exercitar os nossos sentimentos e emoções mais simples, próprios de nós, seres humanos, como por exemplo, a fraternidade, a solidariedade, a amizade e o verdadeiro amor. E estes são sentimentos que não podem ser esquecidos ou negligenciados por nenhum de nós. Mas também não podemos deixar de lembrar, sempre, esta é a linha de pensamento que precisa nortear o verdadeiro espírito natalino e que precisa estar sempre presente em nossos corações.

Quando observamos esta correria desenfreada neste mês de dezembro, salta em nossos corações a pergunta mais triste; que Natal é este? E esta pergunta precisa nos fazer encontrar a verdadeira resposta que vai nos levar s viver uma vida cheia de significado e de grandes realizações!
Infelizmente, o que temos visto é que, em alguns lares, às vezes por falta de tudo e também pela falta da presença do verdadeiro espírito de Natal, a linda árvore enfeitada, a representação de fartura, através dos tantos presentes que se dá e se recebe, não têm sido suficientes para trazer a verdadeira felicidade. Precisamos lembrar que o verdadeiro Natal consiste no ato de lembrarmos do nascimento de Jesus e no seu intenso desejo de nos ver praticando a cada dia a divina capacidade de sonhar, de sorrir e de se ter esperança.

O verdadeiro Natal precisa ser a comemoração da vida, que Jesus traz em todo o tempo e não apenas nesta época do ano. Neste Natal precisamos lembrar de uma realidade que tem sido esquecida pela maioria das pessoas ao redor do planeta que é o desejo que Jesus tem sentido de nascer no coração de cada ser humano. Precisamos lembrar e comemorar sempre o aniversário do menino Jesus que veio a este mundo há mais de dois mil anos atrás para iluminar nosso caminho e nos dar a verdadeira direção a seguir. Este é o grande e verdadeiro significado desta festa de Natal que não pode continuar sendo negligenciado por nenhum de nós. Não podemos e também não devemos deixar de dedicar mais tempo e devoção ao fato de que Jesus continua desejando nascer dentro do coração de cada um de nós.

Que o Espírito Santo nos capacite a entendermos e praticarmos o verdadeiro espírito de Natal, não segundo o nosso entendimento, mas segundo a visão e a ótica de Deus. Que não venhamos a nos deixar dominar pelo espírito consumista e aviltante que tem reinado no mundo nestes dias. Que possamos ser dominados pelo espírito de gratidão a Deus em função do nascimento de Jesus ao invés de sermos levados pelo espírito desenfreado que rege as regras do comércio nesta época do ano!


Juventude de Cristo

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...